B A N E S E S - Importante: Fundação anuncia redução da taxa de juros do Plano II



 
   
   
 
     
   

 

Baneses
  Importante: Fundação anuncia redução da taxa de juros do Plano II - 01/03/2019 15:24:35  
     
 

Importante: Fundação anuncia redução da taxa de juros do Plano II

A Fundação Banestes de Seguridade Social - Baneses anunciou, nesta sexta-feira (01), a redução de 0,25 pontos percentuais na taxa de juros da Meta Atuarial do Plano II de Aposentadoria: de 5,75% a.a. para 5,50% a.a.. Essa mudança, aprovada pelo Conselho Deliberativo da Fundação no último dia 25/02, passará a ter validade para os benefícios concedidos a partir de 01 de abril de 2019.

O que isso significa, na prática?

  • Assistidos (Aposentados e Pensionistas):

No caso dos Assistidos, o valor do benefício já foi estabelecido e não pode ser reduzido. Porém, havendo um déficit no plano, provocado por motivos diversos, como redução da taxa de juros da Meta Atuarial, alteração da Tábua de Mortalidade em consequência do aumento da expectativa de vida, ou, até mesmo o resultado dos investimentos, poderá ser necessário estabelecer contribuições para o seu reequilíbrio.

  • Participantes (Ativos):

Na prática, se a taxa de juros da Meta Atuarial é reduzida, o valor do benefício programado também sofre alteração, pois os cálculos passam a considerar uma rentabilidade projetada menor que a anterior.

Nos planos CV (Contribuição Variável), como o nosso Plano II, o benefício depende do saldo de conta de cada Participante e da projeção da nossa expectativa de vida após a aposentadoria.

O saldo é formado (1) pelo montante da contribuição que realizamos junto com o Patrocinador ao longo da nossa vida de trabalho; e (2) pelo montante de juros que essas contribuições rendem ao serem aplicadas no mercado.

Qualquer interferência em um desses pilares (se eu diminuo ou aumento minha contribuição, ou contribuo por mais ou menos tempo; se as aplicações passam a render menos ou mais no mercado; se minha expectativa de vida aumenta ou diminui) impacta diretamente na projeção dos benefícios de aposentadoria. É como uma balança que precisa estar sempre equilibrada.

A Meta Atuarial, que é composta por uma taxa de juros mais o IGP-DI, de uma forma resumida, é o retorno que a Fundação define como necessário a ser alcançado para garantir o valor que foi calculado para o seu benefício.

Entretanto, nestes planos, a redução da taxa de juros da Meta Atuarial não altera o saldo da conta do Participante. O que altera é o cálculo do valor inicial do benefício programado. Ou seja, no momento em que o benefício é simulado, vai ser considerada uma expectativa de rentabilidade menor sobre as aplicações, que reduz o benefício esperado que seria pago.

 

O que eu (Participante da ativa) devo fazer a partir de agora?

Avalie os impactos no valor do seu benefício, calculando-o com a taxa atual e com a nova taxa, utilizando o simulador de aposentadoria do Plano II, que em breve estará disponível na Área Restrita em nosso site (www.baneses.com.br), apresentando um resumo comparativo.

Dessa forma, você poderá decidir como melhor adequar-se às suas expectativas - aumentar sua contribuição mensal, realizar aportes, contribuir por mais tempo, ou até mesmo aposentar-se ainda este mês (para aqueles que já estão elegíveis à aposentadoria).

Mas por que, então, os juros reduziram?

Porque o cenário econômico do país mudou. As taxas de juros estão caindo - o que, ainda que seja um bom sinal para a economia brasileira, significa menor rentabilidade das aplicações no mercado. Com isso, torna-se cada vez mais difícil conseguir ativos que rentabilizem uma Meta Atuarial com taxa de 5,75% a.a., por exemplo.

No final de 2012, o Conselho Nacional de Previdência Complementar, órgão regulador do regime de previdência complementar no país, aprovou uma obrigatoriedade de que todas as Entidades Fechadas de Previdência Complementar reduzissem sua taxa de juros da Meta Atuarial em 0,25% a.a., até atingir o patamar de 4,50% a.a., então previsto para 2018.

Em 2013, o Conselho Deliberativo da Fundação aprovou a redução da taxa de 6,00% a.a. para 5,75% a.a., válida a partir de janeiro de 2014. Contudo, com a retomada do aumento dos juros no país, foi possível a manutenção da taxa de juros da Meta Atuarial em 5,75% a.a..

Agora, no entanto, as taxas de juros no país voltaram a cair, saindo de 14,25% a.a. em 2016 para 6,50% a.a. em 2018 e, conforme nossa última avaliação atuarial em dezembro/2018, não é mais possível manter nossa taxa da Meta, justificando a necessidade de redução.

O que aconteceria se a Baneses não reduzisse a taxa de juros?

Isso colocaria o equilíbrio da nossa Fundação em risco. Assumir um compromisso de cálculo de benefício baseado numa rentabilidade muito difícil de ser alcançada, compromete as nossas reservas, que poderão não atingir o montante necessário para o pagamento dos compromissos com os participantes.

A solidez do nosso Patrimônio e dos pagamentos dos benefícios é uma prioridade máxima em nossa Entidade.

Mudança na taxa de juros gera déficit

Ao reduzirmos as taxas de juros da nossa Meta Atuarial, adequando-nos ao mercado, gerou-se a necessidade de aumentar os valores das reservas para honrar os compromissos dos pagamentos de benefícios já concedidos.

Em outras palavras, ao se projetar um benefício para os próximos 30 anos, em média, considerando uma rentabilidade de 5,50% a.a., e essa rentabilidade era de 5,75% a.a., é preciso que se tenha mais dinheiro nas reservas, pois estima-se que as aplicações renderão menos que o esperado ao longo dos anos.

No caso da Baneses, a necessidade de maiores recursos para as reservas gerou um déficit, que ficou abaixo do limite máximo permitido pela legislação da previdência complementar, a partir do qual é obrigatório o seu equacionamento. Neste momento, porém, avaliamos não ser necessário estabelecer contribuições adicionais para esta finalidade. E isso é uma ótima notícia!

O assunto requer atenção

Sabemos que esse assunto nem sempre é fácil de ser compreendido, mas é importante termos ciência de que situações como essa são corriqueiras no universo previdenciário. A redução das taxas de juros, assim como o aumento da expectativa de vida, é uma realidade presente na maioria dos países, e no nosso não tem sido diferente.

Por isso, não deixe de procurar a Fundação caso você tenha qualquer tipo de dúvida. Ligue para a gente (27 3383-1900), mande um e-mail (falecomagente@baneses.com.br) ou marque um atendimento presencial. Estamos à inteira disposição para esclarecer esse e quaisquer outros assuntos.

 
     
  . Fundação dá posse a conselheiros e diretor . 22/05/2019 13:28:24  
  . CONVITE: Palestra Planejamento Financeiro . 14/05/2019 12:08:15  
  . Conselheiros eleitos tomam posse na Fundação . 30/04/2019 16:35:53  
  . Fundação publica Relatório Anual de Informações 2018 . 26/04/2019 15:25:25  
  . Resultado final Eleição Baneses 2019 . 16/04/2019 10:20:09  
  . Acesse o Informativo Eleitoral Baneses 2019 . 25/03/2019 11:18:33  
  . Recadastramento: prazo prorrogado para 03/05/19 . 08/03/2019 13:18:22  
  . Eleições Baneses 2019: conheça os candidatos oficiais . 28/02/2019 13:11:01  
  . Fundação disponibiliza Informe de Rendimentos para Declaração do IRPF . 27/02/2019 13:49:36  
  . Nova composição da Comissão Eleitoral . 26/02/2019 12:36:26  
  . Eleição Baneses 2019: conheça os candidatos inscritos . 22/02/2019 11:56:11  
  . Resolução nº 68 dá início a processo eleitoral para Conselho Deliberativo . 08/02/2019 11:45:55  
  . Contribuição Extra na folha de janeiro será recalculada . 25/01/2019 10:34:29  
  . Fundação sedia evento regional de Contabilidade . 24/01/2019 10:42:29  
  . Baneses disponibiliza Políticas de Investimento . 23/01/2019 11:13:37